23 C
Palmas
quinta-feira, 21 janeiro, 2021

Bancada evangélica usa governo Bolsonaro para fazer”motim” contra STF.

Saiba Mais

Dayana Ribeiro da Silva
Dayana Ribeiro da Silvahttps://www.obuxixogospel.com.br/
Dayana Ribeiro Desde menina sempre foi apaixonada por televisão, noveleira assídua desde as tramas alá Maria do Bairro ou intensas como o furacão Carminha. Formada em Publicidade e Propaganda em 2014. Escreve desde que se conhece por gente.

Publicado em:

Em almoço com ministros do atual governo do  presidente Bolsonaro (PSL), nesta última quarta-feira (18), líderes e integrantes da bancada evangélica do Congresso, fizeram críticas à atuação do Supremo Tribunal Federal (STF) e pregou ação conjunta com o governo para contrariar o que chamam de “ativismo judicial” da suprema corte.

- Advertisement -

Atendendo a  convite do líder do grupo, deputado federal Silas Câmara (Republicanos-AM), 62 parlamentares da  repartição, entre deputados e senadores, fizeram uma reunião, por volta de duas horas e meia no restaurante Coco Bambu do localizado no bairro Lago Sul, no Distrito Federal, com os ministros Onyx Lorenzoni, Luiz Eduardo Ramos), Sergio Moro Osmar Terra e André Mendonça

Com quase a metade dos congressistas, o bloco é visto como um dos pilares da base de apoio de Jair Bolsonaro. quem esteve lá nessa reunião, alega que a palavra mais maçante no diálogo entre eles foi “STF”

A bancada evangélica, tem feito muitas críticas na atuação do Supremo, principalmente o deputado federal e pastor Marco Feliciano (podemos-SP)que tem se levantado como um verdadeiro “Leão”, fazendo inúmeros vídeos contra o STF nas suas redes sociais e participando de lives na plataforma do Youtube

No início  do primeiro semestre, especificamente em junho,  o STF decidiu colocar a homofobia e a transfobia na lei que regem aos crimes de preconceito racial mas logo não foi levado a frente.

No almoço apenas 8 parlamentares falaram em ser usado mais “sinergia” ao se tratar com o supremo.

No encontro, o ministro da justiça Sergio Moro, declarou que está contando m a bancada evangélica, e, no momento certo, vai avançar com o seu pacote anticrime no Congresso nacional. O ministro da Justiça disse que sua agenda não coincide com as dos evangélicos, porque seus planos de combate à violência também são no seu entendimento como de “defesa da vida”. Sergio Moro se mostrou muito satisfeito em participar dessa reunião

 

- Advertisement -

7 COMENTÁRIOS

Subscribe
Notify of
7 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
- Advertisement -

Últimas

- Advertisement -

Veja Mais

- Advertisement -
7
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x