Brasil

YouTube irá bloquear comentários ofensivos e vídeos que impulsionem praticas ilícitas e pedófilas.

Pedófilos poderiam estar usando a plataforma para se saciarem.

YouTube é uma plataforma de compartilhamento de vídeos com sede em San Bruno. O serviço foi criado por três ex- funcionários do PayPal.

E atualmente ela se tornou a maior plataforma de vídeos do mundo. E no último dia 17, Matt Watson, um youtuber,publicou um vídeo em seu canal na plataforma o qual apresentava um conjunto de comentaristas possivelmente pedófilos, exibindo comportamento predatório na área de comentários de vídeos contendo crianças. Eles faziam suposições, pausando vídeos que continham crianças, em determinado tempo em que as crianças apareciam em posições constrangedoras e faziam insinuações de que essas posições seriam eróticas, ajudando outros pedófilos a identificar momentos de seu interesse no conteúdo.

Eles apresentaram uma hipótese na qual, eles mesmo criaram um perfil falso, e nela eles de certa forma consumiam apenas conteúdo que continham meninos e meninas menores de idade, e por consequência o YouTubefazia sugestões de outros conteúdos semelhantes, gerando assim um circulo infinito de conteúdos cinematográficos de crianças que poderiam impulsionar pedófilos. Alimentando um ciclo sem fim de material para uso por parte da rede pedófila.

A YouTube acabou sendo multada em  US$ 170 milhões aplicada pela Comissão Federal do Comércio (FTC, na sigla em inglês) e a secretária da Justiça do estado de Nova York. E tomou uma decisão, a partir do último dia 28 quinta-feira do mês passado, os comentários que apresentam um comportamento predatório, estão sendo bloqueados, e alguns canais, “canais kids não poderão receber comentários e nem enviar notificações para os inscritos sobre novos vídeos.  Eles pretende expandir isso para mais vídeos, contendo crianças e também menores de idade mais velhos que estejam sob risco de ser alvo desse tipo de comportamento.

O YouTube fez um pronunciamento dizendo que, “certos canais que tentam pôr em perigo as crianças de alguma forma” terão suas publicações excluídas, e que “Vídeos encorajando desafios nocivos e perigosos que visam qualquer pública também são claramente contra as nossas políticas”.

Etiquetas
Comentários

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of
Botão Voltar ao topo
Fechar