Notícias Gospel

Sede do Porta dos Fundos sofre atentado e repudia intolerância feita pelos agressores

"Não vão nos calar. Nunca! É preciso estar atento e forte", afirmou um dos fundadores do canal

Recentemente, o Porta dos Fundos tem sido “atacado” pelos cristãos por conta do filme ” A primeira tentação de Cristo”.

Dessa forma, vários cristão se sentiram ofendidos com o filme e decidiram criar um abaixo assinado contra a vinculação do filme, esse com mais de 2 milhões de assinaturas.

Dessa maneira, acredita que o ataque esteja relacionado a esse descontentamento com o filme.

Nesse contexto, a sede do Porta do Fundos foi atacada com coquetéis molotov é agora busca por justiça pelo ataque.

Segundo a BBC News, as imagens da câmera de segurança mostra os autores em um carro e uma moto, ao atirarem as bombas.

“Pela análise das imagens, verificamos que houve de fato um perigo concreto contra o segurança que estava no local, o que por si só caracteriza uma tentativa de homicídio, que só não morreu por uma circunstância alheia à vontade dos autores”, disse  subsecretário de Planejamento e Integração Operacional do governo do Estado do Rio.

Em nota ao ocorrido, o Porta dos fundo afirmou continuar firme como compromisso do humor e que estão inspirados e confiantes que essa tempestade de ódio passará.

Ademais, um dos fundadores do canal, Fábio Porchat afirmou:

“Não vão nos calar. Nunca! É preciso estar atento e forte”.

“esse tipo de intolerância tem se mostrado cada vez mais comum”, disse Fábio

“Se não identificarmos esses terroristas, isso pode soar como um aval para que mais atentados sejam encorajados a acontecer. O país e o Estado precisam mostrar que não aceitamos ataques violentos de qualquer espécie contra quem quer que seja. Contra o presidente, contra o Porta dos Fundos ou contra você”, afirmou.

Contudo,segundo a polícia, a princípio o caso não é considerado terrorista, “Não descartamos qualquer hipótese, mas não temos como deduzir a intenção dos agentes”

Comentários

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo