Notícias Gospel

Silas Malafaia faz declaração polêmica sobre papa , não se segura e diz:”aberração”

Malafaia contraria recomendação e diz que não vai reduzir cultos - CGN

O pastor Silas Malafaia, presidente da Assembleia de Deus Vitória em Cristo (ADVEC), criticou nesta quinta-feira (22) a declaração do papa Francisco sobre os direitos  de  união civil  de pessoas LGBT, quanto ao casamento.

Em uma declaração polêmica, o líder da Igreja Católica afirmou que é preciso criar uma “lei de união civil” em favor dos homossexuais. Ele afirmou que “pessoas homossexuais têm o direito de estar em uma família”, gerando muitas críticas nas redes sociais.

Andressa Uruch musa visual e dispara contra evangélicos:piores demônios

“Essa questão tem como base o marxismo cultural, que quer destruir o modelo judaico cristão, que permeia, que é a base, é o fundamento da cultura do mundo ocidental”, disse Malafaia em vídeo.

Para Malafaia, a “falácia” do papa do casamento gay quer “destruir os fundamentos do cristianismo” a serviço do “marxismo cultural”.

“O papa está a serviço deste marxismo nojento que quer destruir os valores de família, onde toda a civilização está sustentada: o homem, a mulher e sua prole”, acrescentou.

O pastor classificou a palavra do papa de aberração.

“Eu tô desconfiado que o papa precisa ler mais a Bíblia. […] Lamento muito essa palavra do papa, que é uma verdadeira aberração”.

Quase 5 mil candidatos em todo o país são evangélicos

Fora dos parâmetros bíblicos

Para Malafaia, o papa está “negando fundamentos do Cristianismo” ao declarar apoio a agenda gay, desconsiderando os princípios bíblicos.

Usando a Bíblia como base, o líder assembleiano condenou a fala do pontífice católico, apontando diversos versículos onde a prática homossexual é condenada. Malafaia lembrou que estava se valendo da sua liberdade de expressão para comentar o tema.

“O instrumento da verdade cientifica é o experimento, a observação. O instrumento da verdade teológica cristã é a Palavra de Deus”, disse Silas Malafaia.

“Quando você quer saber o que é verdade, o que é mentira, o que Deus aprova, o que Deus condena no Cristianismo, é a Sua Palavra”, enfatizou.

Fonte: FÓRUM

Comentários

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo