31 C
Palmas
segunda-feira, 23 novembro, 2020

Presidente Jair Bolsonaro revoga decreto que “privatizaria ” SUS.

Saiba Mais

Giulia Be é atacada nas redes sociais após término de Luan Santana

Giulia Be, cantora, tem sido atacada por usuários da Internet depois de Jade Magalhães ter confirmado o término do...

Bolsonaro cancela compra de vacina e diz:”ninguém está interessado”

O presidente Jair Bolsonaro ( sem partido), descartou nesta manhã, a compra de vacinas cotra a covid19, durante a...

Morre Senador Arolde de Oliveira, aos 83 anos, por complicações de covid19

Morreu nesta quarta-feira (21), o Senador Arolde de Oliveira (PSD-RJ), aos 83 anos, com complicações devido a Covid19. O parlamentar...

Deputada faz chamada para “revelar”o que ainda não foi dito

A deputada Flordelis, usou seu instagram, nesta quarta-feira (21), para convidar seus seguidores matarem a curiosidade de entender o...
Dayana Ribeiro da Silva
Dayana Ribeiro da Silvahttps://www.mvnoticias.com.br/
Dayana Ribeiro Desde menina sempre foi apaixonada por televisão, noveleira assídua desde as tramas alá Maria do Bairro ou intensas como o furacão Carminha. Formada em Publicidade e Propaganda em 2014. Escreve desde que se conhece por gente.

Publicado em:

(Foto: Agência Brasil)
(Foto: Agência Brasil)

O ministro Paulo Guedes reagiu as afirmações de que o governo gostaria de privatizar o SUS(Sistema Único de Saúde) e disse que defendeu um programa de parcerias de investimentos.

- Advertisement -

Mourão diz que Estados têm recursos para comprar a vacina

Ontem(28), o presidente Jair Bolsonaro revogou o decreto que autorizava estudos para que as unidades básicas de saúde, as UBS, fossem incluídas em concessões para a iniciativa privada.

O decreto publicado na terça-feira incluia a atenção primária, os postos de saúde, no programa de parcerias de investimentos, o PPI.

” Para fins de elaboração de estudos de alternativas de parcerias com a iniciativa privada para a construção, a modernização e a operação de Unidades Básicas de Saúde dos Estados, do Distrito e dos Municípios”.

Paulo Guedes afirma ser hora de acelerar privatizações

Pelo decreto, estados e municípios poderiam aderir ao programa e o setor privado poderia administrar o serviço, como gestão de funcionários, equipamentos e manutenção do prédio.

Ontem, o Ministério da Economia explicou que a decisão de incluir as Unidades Básicas de Saúde no programa de parcerias de investimentos foi feita a pedido do Ministério da Saúde que tem hoje, cerca de 4 mil UBS  com obras inacabadas, onde já foram gastos R$1,7 bilhões de reais do SUS.

Em nota, o Ministério da Economia ainda informou que ” a avaliação conjunta é que é preciso incentivar a participação da iniciativa privada no sistema para elevar a qualidade do serviço prestado ao cidadão,racionalizar custos, introduzir mecanismos de desempenho,novos critérios de escala e redes integradas de atenção à saúde em um novo modelo de atendimento. Os serviços seguirão sendo 100% gratuitos à população”.

Decreto revogado

Mas depois da grande repercussão nas redes sociais, entre parlamentares e setores ligados à saúde, o presidente Jair Bolsonaro voltou atrás e revogou o decreto.

A edição extra do Diário Oficial, foi publicada na noite desta quarta-feira(28). Mesmo tendo revogado a medida, Bolsonaro admitiu retormar o decreto.

” Em havendo entendiemnto futuro dos benefícios propostos pelo decreto o mesmo poderá ser reeditado”, disse  Jair.

Hoje pela manhã, o vice- presidente Hamilton Mourão, reforçou que, o que estava em discussão era um estudo.

- Advertisement -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisement -

Últimas

Giulia Be é atacada nas redes sociais após término de Luan Santana

Giulia Be, cantora, tem sido atacada por usuários da Internet depois de Jade Magalhães ter confirmado o término do...

Bolsonaro cancela compra de vacina e diz:”ninguém está interessado”

O presidente Jair Bolsonaro ( sem partido), descartou nesta manhã, a compra de vacinas cotra a covid19, durante a visita a instalações da Marinha...

Morre Senador Arolde de Oliveira, aos 83 anos, por complicações de covid19

Morreu nesta quarta-feira (21), o Senador Arolde de Oliveira (PSD-RJ), aos 83 anos, com complicações devido a Covid19. O parlamentar estava internado desde o dia...

Deputada faz chamada para “revelar”o que ainda não foi dito

A deputada Flordelis, usou seu instagram, nesta quarta-feira (21), para convidar seus seguidores matarem a curiosidade de entender o caso dela, sobre o que...

Equipe de tv é mantida refém dentro de igreja por pastor

A equipe de reportagem da TV Liberal, em Belém, foi mantida sob ameaça e cárcere privado no sábado (17), em Belém. O caso aconteceu durante...
- Advertisement -

Veja Mais

- Advertisement -