Notícias Gospel

José de Abreu se candidatará a presidência da república

José de Abreu pretende se candidatar à presidência em 2022 - 12/11/2020 - UOL TV e Famosos

José de Abreu, ator global por mais de 40 anos, comunicou em seu twitter ontem que pretende vir a ser candidato à presidência da República em 2022.

Segundo ele, já estaria conversando com políticos sobre a candidatura e que seria um duelo entre “global de esquerda contra um global de direita”.

Essa referência seria ao apresentador Luciano Huck, que está em conversa sobre também disputar ao cargo de presidente da República, junto com o ex-ministro Sérgio Moro.

Ciro Gomes faz as pazes com Lula, ataca Moro e chama Luciano Huck de inexperiente.

“Comunico aos companheiros, amigos, seguidores e jornalistas que comecei a conversar com políticos, empresários e colegas com vistas ao lançamento de minha candidatura a Presidente da República em 2022. “Um global de esquerda contra um global de direita.” — José de Abreu (@zehdeabreu) November 12, 2020.

Ele que é um grande apoiador do PT (Partido dos Trabalhadores), sempre teve uma militância ativa, agora mora na Nova Zelândia, atualmente está escrevendo uma série de livros sobre sua carreira, porém, ao que parecesse, não irá falar sobre política, guardando para um livro exclusivo sobre o assunto.

Agressões verbais

José de Abreu já protagonizou cenas um tanto asquerosas, quando o assunto é política e PT várias vezes, sendo desrespeitoso com as pessoas que divergem de sua opinião.

Vale lembrar que o ator, sempre foi agressivo nas palavras, atacando várias pessoas e polarizando a linguagem do ódio, como por exemplo, xingando a atriz Regina Duarte , colega de trabalho, quando assumiu a Secretaria da Cultura.

Completando 35 anos de carreira, Cláudia Raia faz grandes revelações em seu livro

“Regina Duarte fascista! Comprova tudo o que eu disse! Uma vagina não transforma um fascista em ser humano! Pregando fechamento do Congresso Nacional”, disse sobre a artista.

Antes, José de Abreu já tinha xingado o presidente, afirmando que sua facada elaborada pelo serviço secreto de Israel com apoio do Hospital Albert Einsten.

“Teremos um governo repressor, cuja eleição foi decidida numa facada elaborada pelo Mossad [serviço secreto de Israel], com apoio do Hospital Albert Einstein, comprovada pela vinda do PM [primeiro-ministro] israelense, o fascista matador e corruptor Bibi [Benjamin Netanyahu]”, escreveu o ator na rede social em 1º de janeiro de 2019.

 

Comentários

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo